Fortaleza: uma passadinha antes de ir para Jeri

Para você que quer visitar Jericoacoara ou Fortaleza, seguem algumas dicas (baseadas em nossos erros e acertos durante nossa viagem). Nós fomos em julho e escolhemos essa época por serem pouco frequentes as chuvas, que vão até maio ou junho. Por lá faz sol quase o ano todo. Não há muita diferença de clima entre uma estação e outra.

Vamos começar pelo começo…

Primeiro: pra onde ir primeiro? Por onde começar? Há pessoas que vão direto pra Jericoacoara e finalizam em Fortaleza, o que não é mais tão complicado porque já há aeroporto em Jeri. Eu e meu marido fizemos o contrário. Ficamos primeiro em Fortaleza e depois fomos a Jeri e de lá voltamos a Fortaleza para pegar nosso voo de volta pro Rio. Pra quem vai fazer o mesmo trajeto, a ideia seria reservar no mínimo 7 dias. 3 para Fortaleza e 4 para Jeri.

Sobre Fortaleza vale a pena conhecer:

Durante o dia:

  • Praia do Futuro / CrocoBeach. A praia não é das mais bonitas, mas é possível comer bem (e pagando menos) na orla com os ambulantes (se for comer nos restaurantes, prepare o bolso). Pela orla vemos de tudo um pouco. Os ambulantes são constantes! Usamos a mesa com cadeiras e guarda-sol do CrocoBeach, pedimos as bebidas com eles e comemos de tudo um pouco com os ambulantes: castanhas, ostras super hiper mega frescas e temperadas na hora (as mais gostosas que já comi na vida!). Se ele ainda tiver por lá, procure pelo vendedor Cleiton (melhor ostra com certeza!); comemos ainda camarão e lagosta também fresquinhas (as bichas estavam até vivas!)… delícia!
    Os quiosques da Praia do Futuro são na verdade megabarracas, com uma infraestrutura gigante, super bem planejadas, parecendo um mini shopping a céu aberto! É de impressionar!
  • Beach Park. Para os mais crianças tipo eu, não tem como não ir ao Beach Park. O ingresso é caro (pagamos 215 cada um mais 26 do aluguel armário), mas vale a pena! Fomos a todos os brinquedos, menos no Insano porque faltou luz e o parque ficou parado por um tempo. Quando voltou, já estávamos cansados e estava perto do parque fechar. Nos divertimos bastante e a vista dos brinquedos é linda!
    Ah, uma observação importante quanto ao parque: o valor do restaurante self-service custa os rins e mais o fígado. Leve comida ou coma em algum outro local. Para se ter ideia, o meu prato (com mais verde do que tudo… não tinha nada demais a mais) deu mais de 60 reais. Isso mesmo: 60 reais!
    E mesmo quem não for ao parque, vale super a pena ir à praia de lá de frente.
  • Praia Porto das Dunas. Uma das praias mais bonitas que já vimos. Eu simplesmente amei e até hoje me lembro dela com muita vontade de voltar. A parte dos coqueiros com as mesinhas marrons na sombra é linda. Foi muito prazeroso o tempo que passamos por lá
    Dica: o Beach Park só abre às 11h, então, para dar conta dos dois destinos acima, basta chegar cedinho à praia, por volta das 8h no máximo, pra curtir o local antes de entrar. Foi o que fizemos e a vontade foi de nem entrar de tão agradável que é o local e o visual. A praia é maravilhosa e rende altas fotos!
  • Canoa Quebrada: Fomos num bate e volta, mas todos falam que o ideal é ir e pernoitar por lá para que a viagem valha realmente a pena, já que são 2h e meia para ir e mais 2h e meia para voltar ao centro de Fortaleza. Para fazer os passeios principais, recomenda-se dois dias inteiros. Nós andamos de buggy, descemos de tirolesa e esquibunda (acho que paguei 20 reais na época).

Lá em Canoa Quebrado, almoçamos no Restaurante super estruturado Chega Mais Beach, que nos havia sido recomendado. Esperávamos muito mais. A comida não nos satisfez tanto, mas não era ruim. A vista do restaurante é bonita, o local conta com uma piscina de borda infinita (para usá-la, é necessário pagar uma taxa de 10 reais) e de frente pro lindo mar.

  • Dragão do mar: eu vi muitos bons comentários sobre esse lugar, dito como um dos principais cartões-postais da cidade, mas não achei nada demais. Na verdade, achei muito perigoso. Estava muito deserto, o entorno é de lugares mais pobres e fomos avisados de que poderíamos ser assaltados um pouco depois de quase sermos. O dia estava chuvoso também, então nada colaborou. Fiz algumas fotos bonitas lá pelo menos! Dizem que o Dragão é melhor depois que o sol baixa, no meio da tarde, pois os barzinhos da praça abrem e o povo começa a aparecer.

Durante a noite…

  • A matriz do famoso e renomado Coco Bambu. Restaurante com milhares de opções de prato, que agradam a todos os gostos. Além de oferecer um ambiente sofisticado e ao mesmo tempo praiano e tropical. Foi lá que me apaixonei por esse lugar e eu e meu marido ficamos caçando as filiais para conhecer. Já fomos a 3 depois de lá (Brasília, Salvador e Curitiba) e queremos conhecer mais… muito mais, porque tudo lá é gostoso! A caipifruta de banana e a cocada de forno com sorvete então… huuuuuum!! Não gosto nem de lembrar!! Dica: se tiver com muita fome, chegue cedo, pois costuma ter fila de espera.
  • Chico Caranguejo: Decidimos ir lá porque era uma quinta e toda quinta tem a caranguejada e estávamos sem muita opção no dia devido nossa localização e ter ficado tarde para irmos para longe. Pra quem gosta de comer caranguejo, vale a pena. O local é simples, mas para quem gosta de comer caranguejo (e tem paciência rs!), é o local mais recomendado. Também vale para tirar foto com o caranguejão que tem lá na entrada! Rs! Não gostamos do atendimento. Muito demorado!
  • Feirinha Beira-Mar: É uma feira de artesanatos que se situa na orla da Avenida Beira-Mar. Fica quase em frente ao Restaurante Coco Bambu. Eu saí do restaurante e fui desgastar (e gastar) lá. Passeei pelas várias barraquinhas e saí de lá com algumas comprinhas, porque eu não me aguento. Essa feira é um dos pontos turísticos mais visitados de Fortaleza.

Também deve entrar no roteiro (estava no nosso, mas não tempo de conhecer devido a duas manhãs de chuva forte que demos a falta de sorte de pegar):


Praia de Cumbuco (parte da aventura e diversão);
Morro Branco.

Outras opções recomendadas por viajantes:

  • Praia Lagoinha;
  • Praia de Iracema.

INFORMAÇÕES ÚTEIS:


– Aeroporto Internacional de Fortaleza – Pinto Martins: Av. Senador Carlos Jereissati, 3000 – Serrinha, Fortaleza .

– CrocoBeach: Av. Clóvis Arrais Maia, 3125 – Praia do Futuro.

– Chico Caranguejo: Av. Zezé Diogo, 4945 – Praia do Futuro. Mas há outras sedes em Fortaleza.

– Dragão do mar: R. Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema.

– Beach Park: Rua Porto das Dunas, 2734 – Porto das Dunas, Aquiraz. Obs.: As bilheterias abrem às 10h30 e o Parque Aquático funciona das 11h às 17h.

– Canoa Quebrada: indo de carro, fica a mais ou menos 2h20 do centro de Fortaleza.

No próximo post, falarei sobre a estada em Jericoacoara, lugar pelo qual nos encantamos, onde apreciamos belíssimas paisagens, passeamos, comemos bem e relaxamos também! Até a próxima trip, meus caros.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.