A cobiçada cachoeira Santa Bárbara – Chapada dos Veadeiros

Quem se programa para ir à Chapada dos Veadeiros, automaticamente se programa para conhecer a deslumbrante e famosa Cachoeira Santa Bárbara, que é uma das cachoeiras mais lindas do Brasil.

Quando pensamos na Chapada dos Veadeiros, pensamos na Santa Bárbara. Sei que existem muitas outras cachoeiras lindas por lá, mas essa é daquelas que não pode ficar fora do roteiro. Aquela que se você foi a Veadeiros e não a conheceu, será obrigado a voltar nem que seja só para conhecê-la!

Então o post de hoje é sobre essa cachoeira famosa, queridinha entre brasileiros e estrangeiros por suas águas azuis da cor do céu. Vem comigo!

Minha primeira dica valiosa, para não perder tempo, é a seguinte: inicie a viagem por Cavalcante e, se possível, reserve 3 dias para ficar por lá. Falamos mais sobre a organização da viagem para Veadeiros nesse post.

A dica acima é interessante por dois motivos: primeiro porque você tem a possibilidade de conhecer mais o local, que tem muito a oferecer e, segundo, porque o fará economizar tempo. Digo isso porque fizemos esse roteiro e quando estávamos em Alto Paraíso vimos o sofrimento do pessoal que procurava guias para levá-los à Santa Bárbara. Os guias explicavam que teriam que sair de Alto Paraíso às 4h ou 5h da madruga sem sequer ter a certeza se iria ser possível conhecer a cachoeira por conta das chuvas no dia anterior. O motivo de acordar tão cedo, além da distância entre os dois locais (100km até Cavalcante + 27km até a cachoeira) é que o ponto é muito visitado e tem limite de pessoas por hora e por dia. São 50 a 60 pessoas a cada hora e 300 por dia. E só é possível ficar no máximo 1h lá.

Segunda dica: Por conta da distância, abasteça o carro antes de pegar a estrada de chão!

Como estávamos em Cavalcante, acordamos às 7h, tomamos nosso café da manhã e fomos. Era um dia de semana, em época de baixa temporada e, por isso, tivemos a sorte de pegar a cachoeira vazia. Chegamos lá por volta das 10h30, mas dizem que ao meio dia ela se torna ainda mais impressionante. Era eu, meu marido e a Santa. Só nós três e a paz e o deslumbre que ela nos proporciona. Depois chegaram mais dois pequenos grupos e só.

A cachoeira e sua energia realmente são deslumbrantes! É daquelas que você chega, olha, se emociona e para um momento para agradecer a Deus por aquela oportunidade! É daquelas em que a realidade supera as expectativas! É Bárbara!!!

Contudo, como no dia anterior havia chovido, a água estava mais esverdeada e turva.

Uma terceira dica que eu que não me aguento e sem querer descobri: lá embaixo da sua queda de quase 30 metros tem um ponto de apoio do lado esquerdo que dá pra ficar em pé e receber uma hidromassagem da queda d’água. Dá para chegar tranquilamente se for beirando a margem esquerda do poço. Vale super a pena. Foi incrível e único!

 

 

Como chegar à cachoeira Santa Bárbara?

Para chegar a ela, saindo do centro de Cavalcante, são quase 30km de estrada de chão. É necessário contratar um guia (fomos com o guia Railson, que é muito gente boa, indicado pela pousada onde nos hospedamos e que nos cobrou R$120. Como estávamos só nós dois, ficou bem salgado, mas se for em grupo, o valor é o mesmo e fica super acessível). Conheço um casal de amigos que foi sem guia, mas eu não conseguiria, pois a estrada de carro é longa, no meio do nada e sem sinalização alguma. Além disso, como fomos após um dia de chuva forte, havia muitos buracos encobertos e o guia conhecia todos… sabia quando teria um pela frente, uma ponte ou algum outro obstáculo. Ele nos deixou muito seguros. Para vocês terem noção, nós perdemos a placa do carro alugado ao passar numa grande poça d’água.
É possível também contratar o guia apenas na entrada, para a trilha a pé. Esse sim é OBRIGATÓRIO.

Quarta dica: no caminho, passamos pelo conhecido Mirante Nova Aurora. Se forem com guia, é provável que ele mesmo sugira dar uma parada rápida lá para fotos. O visual nos permite contemplar a vegetação de cerrado típica da região.

Mirante Nova Aurora

O carro vai até o Povoado do Engenho II, na Comunidade Kalunga. Chegando lá, você será encaminhado ao CAT (Centro de Atendimento ao Turista), onde deve assinar o caderno de visitas e pagar um valor de R$30 por pessoa (na época, eles já aceitavam cartão!). Depois, andamos mais 1km de carro até o estacionamento. Nesse momento, há a opção de ir a pé, de 4×4 ou alugar o transporte local. Mas não chegamos a ter acesso a esses dois últimos. E mesmo que tivéssemos, optaria em ir andando mesmo.

A trilha que se faz a pé para chegar a ela é bem fácil, tranquila e rápida (em média 30min). Sem nenhum mistério. No caminho, passamos pela Santa Barbarinha (a que todos chamam erroneamente de Santa Barbarazinha.rs). Ela tem uma queda pequena, mas já anuncia o que nos espera. O nosso guia passou muito rápido por ela. Mal deu para tirar foto e eu louca para dar um mergulho. Não aproveitei e me arrependo.

 

Quinta super dica: Guarda aí! O guia nos sugeriu reservar o almoço na própria comunidade Kalunga. Fizemos a reserva no restaurante Rancho Kalunga (mas há outras opções) e, por volta das 14h30, quando voltamos das trilhas, nosso banquete já estava prontinho a nossa espera. Eu super indico comer lá. A comida, super caseira, com ingredientes cultivados no próprio local e feita no fogão à lenha, estava maravilhosa! Comemos de sorrir ao final e depois descansar na redinha. Super recomendo! O preço de R$30 por pessoa (para comer à vontade, quantas vezes quiser!) vale cada centavo. Amei essa experiência e indico pra vocês.

 

Quando ir à cachoeira Santa Bárbara?

Certa vez ouvi que a melhor época para visitar qualquer lugar é quando você tem disponibilidade. E é isso. Fomos num período chuvoso, com previsão de muita chuva todos os dias e pegamos dias maravilhosos, de céu limpo, azul e sol radiante. Logo, não deixe de ir a um destino que você deseja muito só porque, teoricamente, não está na melhor época.

Mas, se quiser saber o que esperar em cada época do ano, vamos falar mais sobre isso no post geral sobre a Chapada dos Veadeiros.

Informações úteis:
CAT Alto Paraíso: (62) 3446-1159
CAT Cavalcante: (62) 3494-1507
CAT Comunidade Kalunga: (62) 99802-4122

Distâncias: 33km de Cavalcante | 121km de Alto Paraíso | 157km de São Jorge

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.