Com que carro eu vou?

Você gosta de viajar, acampar mas seu carro não consegue te acompanhar?
Se você, como eu e meu marido, quer um carro que acompanhe seu ritmo de viagem, mas também que não decepcione no dia a dia, na ida para o trabalho ou nas saídas nos finais de semana, acompanhe aqui esse post!

Acreditamos que escolher um carro pode significar adotar um (novo) estilo de vida. Um carro que combine com o que você quer fazer com ele… isso influencia em todo processo de escolha.

Para isso, vou falar um pouco da minha história de vida, da minha experiência em relação a essa questão.
Nos últimos anos, eu e meu marido passamos a viajar mais e a acampar sempre que possível, mesmo que em um final de semana normal. Mas nós não tínhamos um carro preparado para isso, pelo contrário, tínhamos um carro totalmente urbano, social… era um Honda City. Daí, passamos a gostar cada vez mais de acampar e fomos percebendo que precisaríamos de um carro que se adaptasse mais a essa rotina, devido às trilhas que tínhamos que percorrer para poder chegar aos locais de campings ou àquelas lindas cachoeiras que vemos nos Instas de viagens…

Na hora de escolher um carro, qualquer um costuma levar em consideração vários quesitos: tamanho, conforto, tipo de combustível, se tem mala ou não, valor do seguro, se é visado para roubo, se consome muito, painel, se é automático ou manual, se é um carro para um casal ou para uma família e por aí vai… e no caso de viajantes como a gente e como você que está lendo esse post, ainda temos que pensar se ele aguenta trilhas mais pesadas.
Considerando quase tudo isso, vimos que o ideal era termos um carro 4×4 e, logo de cara, meu marido decidiu comprar um Jimny, da Suzuki. Eu, a princípio, achei estranho devido ao tamanho do carro, bastante menor se comparado ao que tínhamos antes. Mas era tão bonitinho, jeitosinho e trazia uma proposta tão diferente e “adventure” que não hesitei em apoiar, ainda mais porque não temos filhos e eles ainda nem entravam nos nossos planos mais futuros. E daí em diante nossa vida mudou. Mudou mesmo! Passamos a acampar bem mais, participamos de encontros nacionais de Jimnys – o Jimny Day – e nos sentimos mais joviais e leves na vida como um todo, principalmente meu marido que sempre foi mais sério e duro na queda. Fora que, por onde a gente passava, ganhávamos olhares de todos os tipos (estranheza, admiração, surpresa), porque o carro, além de diferente, era de um vermelho bem vivo e tinha o lift de 2”, o que o deixava mais alto, parecendo um tratorzinho.

Mas, depois de um acidente que eu causei (ver fotos), após esquecer de puxar o freio de mão e o carro atravessar uma mureta e cair na piscina da casa do vizinho, decidimos – com muita dó – vendê-lo, pois depois disso ele nunca mais foi o mesmo. A barraca, por exemplo, foi arremessada há metros, com rack e tudo e também precisou ser reparada. Mas a decisão de vender o carro se deu também a alguns CONTRAS que o Jimny possuía: era muito pequenino, quase não tinha mala (quando viajávamos, ocupávamos toda a mala e todo o banco do carona); não corria muito, chega a 100km chorando; fazia 7 litros por km… consumia muito, bastante e, consequentemente, gastávamos demais. Numa ida a Capitólio, percebemos o quanto havíamos gastado com combustível, fora o tempo dobrado que gastamos para chegar lá, porque pegamos muita serra e nela muitos caminhões e o Jimny não tinha força para ultrapassá-los. Isso foi nos desanimando um pouco. Assim, uma viagem que seria econômica acabava não sendo. Por outro lado, conseguimos visitar um lugar incrível lá em Capitólio a que só se chega com 4×4.

Então, vendemos o Jimny e optamos por comprar um outro 4×4, do qual agora não queremos mais abrir mão. Assim, escolhemos um ASX, da Mitsubishi, por quatro questões: maior conforto, espaço, agilidade e custo-benefício. Nossa ideia era comprar uma pick-up, pesquisamos a L-200 da Mitsubishi também, mas os valores de seguro eram elevados demais devido ao grande número de roubo de cargas.
Mas a ASX não parece um carro de trilha, na verdade, temos até pena de fazer com ele o que fazíamos com o Jimny rs! Inclusive, optamos por vender a nossa querida barraca de teto porque achamos que esteticamente não ficaria legal usar nesse novo carro. Contudo, fomos também a 1 encontro Nacional da MIT (ver fotos), fizemos um rally com ele, mas o cuidado nas trilhas foi bem maior… rs! Também com ele fizemos a travessia Saquarema-Arraial do Cabo pela areia, mas atolamos duas vezes, coisa que não aconteceu com o Jimny. Quem olha o carro e não conhece, nem percebe que se trata de um 4×4. Mas, apesar de qualquer coisa, é um carro que não vai nos deixar na mão e tem um ótimo desenvolvimento. Tivemos, então, que mudar nosso estilo de acampamento. Hoje possuímos uma barraca de chão, que monta em segundos e temos que ocupar espaço no carro com ela e o colchão, o que não era necessário com a barraca de teto.

Então com a gente o movimento foi o contrário, compramos um carro e adotamos um novo estilo de vida.

Já a minha amiga Amanda, que faz parte aqui do blog, tem uma Land Rover Defender 110, que leva a ela e o marido a tudo quanto é buraco possível. Eles já rodaram muito com esse carro e o bicho aguenta tudoooo. Quem já foi ao Jalapão sabe como as estradas são ruins, brutas… mas eles sobreviveram e bem. O carro é mega espaçoso, dá para levar a casa lá dentro. Para ter uma ideia, os donos levam uma ducha d’água, uma geladeira portátil e muuuuita bagagem… cabe é coisa! O combustível dele é diesel, o que faria a viagem ficar mais econômica se não fosse um carro que consumisse muito também. De contra eu diria que tem o barulho que ele faz e os custos com as manutenções que devem ser feitas com mais frequência, já que se trata de um carro mais antigo.

Então, na hora de escolher o seu carro, pense em como deseja usufruir dele e para isso reflita em como é o seu ritmo, seu estilo de vida, o que gosta de fazer, para onde costuma ir.

 

1 comentário Adicione o seu

  1. Mayara Passos disse:

    Parabéns…aos poucos vou acompanhando.
    Letícia sendo Letícia…😘

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.