Viagem longa de carro. Você já fez?!

Você já pensou em sair da sua cidade e ir para um estado diferente de carro? Não?! Acha chato, cansativo?? Então vem com a gente, porque você não sabe o que está perdendo!

Estamos muito acostumados a viajar de avião e, cá pra nós, entrar em um aeroporto e se preparar para viajar é muito bom! Maaaaaas viajar de carro também tem seu valor. Em 2016 fiz minha primeira viagem longa de carro. Meu marido comprou um carro radical e nossa meta foi usar e abusar dele. Fomos para a Chapada Diamantina, no interior da Bahia. Achei que não aguentaria ficar tanto tempo no carro, porém aguentei! Hoje neeeem sinto mais.

Como fazemos? A primeira coisa é ver quanto tempo leva para chegar ao seu destino, pois, possivelmente, você terá de quebrá-la e dormir em algum lugar. Dirigir à noite não é muito bom! Costumamos quebrar a viagem em pernas de 7 horas. Dormimos em hotéis de beira de estrada (alguns são tensos e às vezes demoramos a encontrar algum, então paciência).

As costas doem, a playlist acaba, mas vale muito a pena. Paramos no meio do nada e tiramos fotos iradas, conhecemos uns buracos que nunca imaginaríamos, comemos em uns lugares tipo dentro da casa das pessoas (muito verdade isso!), paramos para comprar um monte de coisas com vendedores ambulantes na beira da estrada (comida, artesanato, frutas, utensílios). Assistimos a cada pôr-do-sol… de tirar o fôlego! Além do mais, você tem a oportunidade de conhecer mais lugares em apenas uma viagem.

Nosso carro não é o exemplo de conforto, mas chega em qualquer buraco. Se você tem um carro confortável, se joga! Lembre-se no carro não há limite de bagagem! Você pode levar e trazer o que quiser! Sempre há uma maneira!

Depois da primeira, fizemos tantas outras: Salvador, Arraial D’Ajuda, Bonito, Pantanal, Nobres, Chapada dos Guimarães, Jalapão, Chapada dos Veadeiros, Maragogi, Península de Maraú e Caraíva.

Não ficamos em hotel, acampamos. Só dormimos em quartos quando estamos na estrada.

Costumamos levar coisas para comer e beber (temos uma geladeira que liga no 12v do carro), mas no geral compramos pela estrada que é mais legal!

Nessa última (dez 2018-jan 2019) a Letícia embarcou nessa ideia e também amou, não é não, amiga!?

Paramos basicamente para ir ao banheiro (Letícia amaaaa) e abastecer. Dessa vez ficamos 20 horas para voltar pra casa de uma vez só, mas já fiz pernadas com mais e menos tempo (23h e 17h). Isso não é bom, é desgastante! Meu marido é um tarado do volante! Nunca cansa e não divide a direção. Dirigi uma vez só e no Pantanal, no meio da Transpantaneira.

Vamos aos custos! Varia muito, porque depende de quantos destinos você inclui no seu roteiro e da autonomia do seu carro. No roteiro Rio, Capitólio, Bonito, Pantanal, Nobres e voltando para o Rio, gastamos em média 2100 reais, 1050 para cada um. Porém, pense… com uma passagem você conheceria tantos lugares?

O carro fica um lixo depois; sujo de lama, resto de comida, areia, insetos… no fim tudo vale!

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.