TDIY: Onde me hospedar?

Quando se fala em acomodação temos um mundo de opções disponíveis para todos os tipos de bolsos e viajantes. Antes de escolher é preciso dar um passo atrás e levar em consideração o local para onde você vai. Alguns locais não possuem acomodações super confortáveis e vão te oferecer hospedagens bem mais humildes.

Pra você não ser surpreendido, é sempre bom pesquisar antes. Um exemplo disso é Uyuni, na Bolívia. Por lá, quando fui, tudo era super simples. Ainda que eu quisesse me hospedar em um hotel 5 estrelas, isso não seria possível. Eu teria que desistir do destino ou aceitar um hotel com menos conforto em troca da vontade de conhecer o local. Você está a fim? Vamos adiante!

Meu buscador favorito é o Booking.com. Se você quiser começar uma pesquisa, é só clicar aqui e explorar. Logo abaixo você já vai saber o que esperar de cada tipo de hospedagem que o site vai te mostrar.

Holiday Inn reservado pelo Booking.com @ Napa Valley

TIPOS DE HOSPEDAGEM

Peguei uma cola no site do Ministério do Turismo e vou falar um pouco mais sobre cada tipo de hospedagem. Se quiser conferir os requisitos para a classificação de estrelas é só clicar aqui.

HOTEL: é o tipo mais comum de hospedagem. Serve pra qualquer tipo de viajante, pode ter ou não comida, recepção 24h, telefone e academia. Das opções mais confortáveis, é o mais acessível para quem está disposto a abrir mão de algumas estrelas.

RESORT: os resorts obrigatoriamente têm infraestrutura mais robusta. Normalmente têm regime all inclusive de alimentação, atividade de recreação, esportes, contato com natureza e acomodações confortáveis. Alguns contam até com SPA e salão de beleza. São ótimos para quem vai viajar com a família e quer descansar.

 

HOTEL FAZENDA: são em área rural e com exploração de atividade agropecuária, que oferece entretenimento e vivência no campo. Costumam ser adequados para crianças que gostam de andar à cavalo, ordenhar vacas e plantar. E também para pais que queiram introduzir os filhos em atividades ligadas à natureza.

CAMA E CAFÉ (BED & BREAKFAST): o mais simples de todos os tipos. Ficam dentro de residências comuns onde o proprietário reside. Ele aluga os quartos da sua casa e oferece café da manhã e limpeza para os hóspedes. Normalmente é restrito a no máximo 3 quartos.

HOTEL HISTÓRICO: mais raros, esse hoteis são instalados em locais históricos originais ou restaurados ou que tenham sido palco de fatos histórico-culturais de importância reconhecida pela memória popular.

POUSADA: as pousadas são super simples, se apresentam de forma horizontal e são compostas de no máximo 30 unidades e 90 leitos, com serviço de recepção, alimentação e alojamento temporário. Pode ser um único prédio com até 3 pavimentos, chalés ou bangalôs.

FLAT / APART: os flats/aparts são unidades que possuem dormitório, banheiro, sala e cozinha equipada. O prédio parece com um condomínio comum, possui administração e comercialização integradas. Além disso, possui recepção, limpeza e arrumação.

OUTROS TIPOS DE HOSPEDAGEM

COUCHSURFING: aqui entra a mais aventureira e mais barata. Na verdade, o custo é zero. Você se cadastra no site, faz contato com moradores do lugar pra onde está indo e ele aceita te receber. Existe o módulo grátis e o módulo verificado, que é mais seguro, porém pago. Muita gente usa a plataforma e pode ser uma ótima opção se você quiser poupar.

CASA DOS AMIGOS: claro, né? Parece ainda melhor que o Couchsurfing. Só não esqueça que a pessoa de férias é você. Salvo raras exceções você vai acabar “atrapalhando” a rotina da casa. Então, se escolher essa opção, tente não ser um peso para os amigos e colaborar com o bom senso. Ele é sempre bem-vindo.

AIRBNB: na verdade acabou se tornando uma categoria. Todo mundo fala que pegou um AirBNB. Pouco se fala sobre as opções dentro do site. Ele é maravilhoso! Você tem como alugar apartamento inteiro, casa, somente quarto, bed & breakfast…e até levar seu pet, se quiser. É só ajustar o filtro com as suas preferências e achar o melhor lugar. Já usei muito e adoro!

HOSTELS: os hostels são polêmicos. Muita gente fala que é perigoso se hospedar neles, que muita gente é roubada. Olha, já me hospedei em hostels um tanto de vezes que não dá pra contar nas duas mãos. Dentro e fora do país. Nunca tive problemas. O que percebi foi que a maioria das pessoas que relatam problemas em hostels costumam deixar suas coisas espalhadas pelo quarto. Infelizmente não tem como fazer isso. Os quartos são grandes e na maioria das vezes compartilhados. A rotatividade é enorme. Se você fizer isso certamente vai acabar sem os seus pertences.

 

Essa opção de acomodação é MARAVILHOSA para fazer amigos. É impossível ficar em um hostel e não conhecer ninguém e não se divertir.

Pra reservar hoteis tem um monte de aplicativos bacanas. Fiz um post aqui sobre os 24 apps milagrosos para a sua viagem. Tem mais coisas bacanas sobre hospedagem pra falar, mas vou fazer um post separado sobre isso.

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.