Furadas de blogueiros – por Dalila Barakat

Resolvi me arriscar em um novo estilo de post. A partir de hoje, uma vez por semana vou postar alguma história curiosa que algum blogueiro já passou em viagem. Pode ser alguma confusão, problema com a língua, com a comida, erro de caminho. Qualquer coisa que for legal de contar tá valendo por aqui.

Quem acompanha meu blog sabe que eu nunca fiz um guest post antes, mas pensei bem e achei legal a ideia. Primeiro porque essa é uma forma legal de divulgar o trabalho de outros blogueiros. E segundo porque é das furadas que saem as melhores histórias de viagem. Quem vai dizer que não?

Para comemorar essa nova seção, vou contar duas histórias. Quem me enviou foi a Dalila, do Mil e Uma Viagens.

Quer mandar uma história também? Só me mandar um resumo sobre você, uma foto da viagem e a história.

História 1:

Dalila estava em Bruges, na Bélgica. Uma das comidas típicas naquela região da Europa são os cones de batata . Ela viu uma barraquinha na rua vendendo os tais cones e pediu french fries para o vendedor, mesmo estando em uma região que fala francês (ou flemish). Afinal de contas, é assim que nós aprendemos no Brasil como falar batata frita em inglês.

O vendedor respondeu que eles não tinham batata frita e ela disse que era claro que eles tinham. Eles só tinham isso na barraca. O vendedor insistiu que eles não tinham french fries e ela apontou e disse: E como é que chama aquilo?

O vendedor, rindo com o seu colega de trabalho disse que o nome lá era belgian fries. Dalila, riu de vergonha para não ficar mais sem graça. Pediu desculpas e levou as batatas mesmo sem graça. Eles sabiam do que ela estava falando e não venderam por pura implicância, já que existe uma eterna rixa entre a Bélgica e a França.

Dalila perdeu a câmera dessa viagem e não tem fotos das benditas batatas. Tivemos que recorrer ao pai Google.

Belgian Fries  Fonte: http://www.belgiumtheplaceto.be/792-the-belgian-fries.php
Belgian Fries
Fonte: http://www.belgiumtheplaceto.be/792-the-belgian-fries.php

História 2

Dessa vez, no Porto, em Portugal. Mais especificamente em Vila Nova de Gaia ela estava tirando fotos do Rio Douro, super famoso e turístico. Enquanto tirava fotos viu que tinham vários tipos de transportes lá e muitos passeios que saíam do Rio Douro. Ela viu também umas caravelas antigas no Rio e resolveu perguntar qual era o horário do passeio.

A resposta foi: Mas isso aqui não sai. É um museu.

Dalila morreu de vergonha, óbvio.

Caravelas no Porto @ Portugal
Fonte: Mil e Uma Viagens

dalilaSOBRE A AUTORA: Dalila, autora do Mil e Uma Viagens,  é paulistana, filha de imigrantes libaneses, desde a infância viaja ao Líbano e e faz escalas em diversos países do Oriente Médio e Europa. Quando tinha 8 anos, visitou mais de 7 estados dos EUA, Egito e Líbano com o pai e as irmãs. Ao longo dos anos colecionou mil e uma noites, aventuras e histórias para contar.

Se você quer seguir as aventuras de Mil e Uma Viagens, acompanhe o blog e as redes sociais.

Facebook: facebook.com/mileumaviagens
Twitter: twitter.com/mileumaviagens
Instagram: instagram.com/1001trips

Anúncios

4 opiniões sobre “Furadas de blogueiros – por Dalila Barakat”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s