Como planejar uma viagem sem sustos no bolso?

Quem me conhece sabe que não sou muito adepta de contratar agências de turismo. Nada contra o trabalho das empresas, mas prefiro ter um roteiro mais flexível e economizar uma boa quantia planejando minhas viagens com muito cuidado. Além do mais, planejar a viagem pode ser tão gostoso quanto estar de fato no lugar.

Muita gente fica insegura quando o assunto é planejar uma viagem. Às vezes por não falar inglês, outras por medo de fazer as reservas errado e outras até mesmo por preguiça. Preguiça não rola, né? Dá trabalho sim, e muito, mas é como montar um quebra-cabeça. Você vai juntando os pedaços e no final você tem tudo pronto.

Basicamente são 4 itens que podem fazer seu orçamento aumentar muito. Aqui embaixo eu vou explicar direitinho como economizar com cada um deles.

Custos com shows, espetáculos, museus, estacionamentos e compras também podem ser previstos com antecedência.

Passagem Aérea

passagemApós de decidir para onde você vai viajar, fique um tempo de olho no preço da passagem. Vários sites oferecem passagens com facilidade de parcelamento, mas muitas das vezes (se não todas) você lá no final acaba pagando uns 30% pelo serviço do site.

Normalmente me programo com 6 meses de antecedência. É a época que a o valor das passagens começa a oscilar. Se o valor estiver bom, vale a pena comprar e parcelar. Se não estiver, aguarde um pouco e fique de olho nas promoções. Só não fique esperando milagre porque quanto mais perto da data do embarque, mais caras as passagens ficam.

Se tiver flexibilidade da data de viagem, prefira dias de segunda-feira a quinta-feira. Costumam ser mais baratos em geral, mas não é uma regra. Sempre faça a busca para alguns dias antes ou depois da data que você gostaria de ir. Acredite, a economia pode ser absurda se você atrasar sua viagem 1 semaninha.

Hospedagem

hospedagemDepois da passagem, é o item mais importante da sua viagem. Hospedagem custa um dinheirão mesmo que você fique em hostel todos os dias. De qualquer forma, vai depender do seu orçamento e do nível de tolerância que você tem para o conforto.

Viajar com criança: se você quiser economizar e ficar em hostel pode ser complicado. Alguns deles não aceitam menores de 18 anos e não são lá muito silenciosos e calmos. Vale a pena pesquisar bastante pois se você tiver em mente viajar com a família e ficar em quarto privativo provavelmente vai custar tanto quanto um hotelzinho barato, só que com bem menos sossego.

Viajar em casal e ficar em hostel e não ficar em quarto compartilhado só vale a pena se você quiser fazer amigos. Do contrário, também vai custar o mesmo que um hotelzinho barato.

Viajar com amigos: nesse caso sou totalmente a favor dos hostels. Já me hospedei em muitos deles e nem sempre é perigoso, sujo e barulhento quanto as pessoas dizem por aí. Se você pesquisar bem vai perceber que tem o hostel certo pro seu bolso e pro que você quer encontrar nele. Tem hostel que tem balada dentro, tem alguns que o pessoal desce pra beber junto e fazer churrasco e também tem aqueles que as pessoas simplesmente vão para dormir ou morar por um tempo.

Comida

comidaProvavelmente você não vai se preocupar muito com esse item. Comer bem custa caro em quase qualquer lugar. Se sua viagem for longa, custa mais caro ainda. Vale a pena reforçar o café da manhã, almoçar tarde e lanchar no lugar da janta.

Particularmente tento escolher para cada lugar que vou visitar um lugar bom para comer. Não necessariamente caro, mas um lugar bom. Nos outros dias, se for necessário não me incomodo em comer comida de micro-ondas.

Você também vai perceber que comer comida de micro-ondas todos os dias pode ser insuportável e que às vezes a gente precisa de uma comida mais caseira.

Transporte

transporteVocê vai de quê?

Se você estiver de carro: preveja o valor do aluguel do carro e do combustível. Não se esqueça que se você for pegar o carro em uma cidade e devolver em outra vai pagar mais caro.

Se você for se locomover de ônibus: entre várias cidades vale a pena fazer uma pesquisa de valor das passagens. Nem sempre vai ser a opção mais barata e com certeza não será a mais cômoda.

Se você for com mais de 2 pessoas já vai valer a pena alugar um carro. Além de te dar mais flexibilidade de horários e conforto.

Fórmula final

Pronto! Aqui está a equação da sua viagem.

Passagem Aérea: dependendo do destino, até USD 1500 é um valor bem pago. Para destinos na América do Sul, vale a pena pesquisar. Dependendo da época do ano você consegue por R$ 600,00 ou menos.
+
Hospedagem: um bom hostel pode custar por volta de R$ 50,00 por diária. Mais do que isso vale a pena olhar o valor dos hoteis. Se você for com mais gente até dá pra dividir os quartos.
+
Comida: sempre calculo USD 50 por dia. Se for em euros, EUR 50. Em geral, 50 qualquer coisa é suficiente. Às vezes você gasta mais e às vezes gasta menos. Assim você compensa os valores se quiser comer em algum lugar melhor e economizar.
+
Transporte: calcule a distância e preveja mais ou menos a quantidade de galões. Para ser conservador, reserve RS 100,00 por galão. No caso de passagens de ônibus, tenha em mente que várias podem ser bem baratas e outra nem tanto. Pesquise na internet com antecedência.
É isso! Não tem milagre nem fórmula mágica. É quase uma receita de bolo que comigo costuma funcionar.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s